Campeonatos Distritais Futebol 7 | Semana 10
As equipas de Infantis, Benjamins e Traquinas A
realizaram mais uma jornada esta semana
Já disponiveis alguns comentários dos jogos
 
     

Campeonato Distrital Infantis A | G1 –
Série Premium
1ª Jornada
AD Taboeira | UD Oliveirense
0 – 1

Henrique, Tomás (cap), Renato, Diogo, Rebelo, Duarte, Leandro, Junior, Manel, Vila, Neto e Tiago Henriques
Treinador: Edgar Moreto

Falsa partida nesta Série Premium. Pedia-se regularidade e espírito de sacrifício a este grupo que está no lugar que merece mas parece ter um complexo de inferioridade que não só não tem razão de existir como não corresponde ao seu valor. Neste jogo o nome do adversário e os seus feitos para se apurar falaram mais alto e nos primeiros 30 minutos fomos o oposto do que temos sido, intranquilos e precipitados em todas as nossas ações fomos permitindo que um adversário muito aguerrido e agressivo fosse levando a água ao seu moinho e chegasse ao 0-1 num lance com demasiados erros nossos.
Na segunda parte outra atitude mas não chega ter coração, faltou inteligência e eficácia e no final apesar do domínio neste período se o empate se justificava eu digo que tudo o que não fosse ganhar neste jogo seria derrota. Somos mais fortes e competentes do que o demonstrado e sabendo disso temos de ser uma equipa que joga sem complexos ou medos! Há qualidade, há trabalho e continuará a haver cada vez mais e melhor, eu acredito e vocês? Para a frente TABOEIRA!



Campeonato Distrital Infantis A | G2 –
Série Gold A
5ª Jornada
AD Sanjoanense | AD Taboeira
3 – 3

Jordi, Zé, Ervin (cap), Pedro Silva, Rainer, Diogo Luís, Tiago Costa, Fontes, Vieira, Pedro Santos e Mendonça
Marcadores: Fontes, Rainer e Pedro Santos
Treinador: Bruno Silva

Numa manhã de sol e calor, disfrutámos de um grande jogo proporcionado pelas 2 equipas com muito suor e entrega, emoção, reviravoltas no marcador, grandes golos e casos insólitos. Entrada dominante da nossa equipa nos primeiros 10m, em que assumimos o jogo, tendo mais bola, mais critério na posse sem nunca perder o equilíbrio táctico para não haver aproveitamento do espaço nas costas porque a vantagem física estava do lado do adversário que tinha 2\3 elementos muito fortes e rápidos no ataque. Apesar do nosso esforço para contrariar essa situação a superior qualidade do seu avançado fez a diferença e sofremos golo á passagem do minuto 12 na primeira oportunidade de golo criada pelo adversário. A toada do jogo manteve-se com a nossa equipa a tentar jogar mais no pé e procurar sair apoiados no ataque, fazendo-o quase sempre com critério e o adversário a criar-nos sempre algumas dificuldades através da velocidade dos atacantes e explorando ataques rápidos. O empate surge ao minuto 26 através de um canto em que o Fontes aparece bem ao 2º poste a rematar de primeira fazendo um bom golo. Destaque para o último lance da 1ª parte em que num passe de ruptura o Rainer isolado não consegue desviar a bola do GR desperdiçando uma excelente oportunidade para irmos em vantagem para o intervalo. Ao intervalo 1-1.
Na entrada do 2º tempo o adversário trouxe uma postura ainda mais agressiva e nós não entrámos tão bem neste período, tivemos menos capacidade para ter a bola apesar de lutarmos bastante nos duelos individuais, baixámos um pouco a nossa qualidade com bola e a diferença física fez-se valer um pouco em alguns momentos cruciais. Aos 5m do 2º tempo temos “o caso do jogo”, num lance que foi uma mistura de falta de desportivismo por parte do adversário com uma tremenda imaturidade que ainda revelamos em vários momentos, sofrendo o golo do 2-1 numa reposição de bola ao ar, em que o GR deles pontapeia a bola para a nossa defesa cedendo a posse mas a nossa defesa acreditando que o adversário não atacaria a bola, deixou a bola bater e bater até ir para a nossa área, novamente o avançado que foi o único que achou que “o fair play é uma treta” foi atacar a bola e aproveitou a nossa passividade e fez um chapéu ao GR. Situação insólita que numa fase destas não deveria acontecer, mas ao menos que sirva de aprendizagem para não sermos tão inocentes no futuro. Aos 17m surge o 3-1 através de um livre direto frontal á baliza cobrado com muita força, em que o Jordi faz uma excelente defesa num primeiro momento embatendo a bola ainda na barra mas depois mais rápidos na recarga e surge o 3-1. Nos 13m que faltavam para terminar o encontro e depois de nos encontrarmos a perder por 3-1, contrariando algum desalento anímico surgiu a nossa força colectiva, tivemos capacidade de sofrimento, fomos uma verdadeira equipa que acreditou e foi á procura de algo mais porque havia ainda muito tempo para jogar e só termina quando o árbitro apita. Alargando um pouco no ataque com 4 elementos correndo alguns riscos mas fomos compensados com a sorte que não tivemos noutros jogos fazendo o 3-2 através do Rainer num canto de cabeça e depois já em cima do apito inicial um grande golo do Pedro Santos num remate de muito longe num bom momento de inspiração individual fazendo o 3-3 final que é justo por tudo aquilo que fizemos e passamos no jogo. Nesta jornada perante a atitude que a nossa equipa demonstrou durante o jogo, mantendo as suas ideias de jogo, jogando colectivamente, tendo espirito de trabalho presente, encarando o jogo com seriedade e confiança, mesmo que este jogo nos tivesse trazido uma derrota estaríamos certamente orgulhosos de todos por aquilo que fizeram e quem joga assim está sempre mais próximo de ganhar do que de perder.
Parabéns a todos! Obrigado pelo apoio de todos que nos acompanham



Campeonato Distrital Infantis B –
Série Gold D
5ª Jornada
AD Taboeira | SC Alba
0 – 1
 


Campeonato Distrital Infantis B –
Série Gold E
5ª Jornada
FOLGA
 


Campeonato Distrital Benjamins A –
Série Premium
5ª Jornada
AD Taboeira | FC Vaguense
8 – 0

 



Campeonato Distrital Benjamins A – Série Gold G
5ª Jornada
SC Beira-Mar | AD Taboeira
1 – 2
 


Campeonato Distrital Benjamins B – Série Gold E

5ª Jornada
AD Taboeira | UD Mourisquense
3 – 2
 


Campeonato Distrital Benjamins B – Série Gold F 
5ª Jornada
Severfintas Clube | AD Taboeira
1 – 2
 


Campeonato Distrital Traquinas A – Série Gold D
 
5ª Jornada
GD Gafanha | AD Taboeira
2 – 2

Rui, Afonso, Joel, Martim, João M., Miguel, Dani, Gui. Costa, João Pedra, Tomás, Hugo Salgueiro e Bernardo
Marcadores: João Moreira e João Pedra
Treinador: Hugo Marques

Uma primeira parte em que estivemos muito mal, quase irreconhecíveis, deixamos que o adversário jogasse e que fosse bem superior a nós, ganhando na maior parte das vezes todas as bolas divididas e até mesmo chegando sempre a bola primeiro que nós, com uma atitude e vontade muito superior a nossa.
Acabamos por ser surpreendidos com duas jogadas rápidas com a bola colocada nas costas da nossa defesa, fazendo-nos assim com todo o mérito 2 golos.
Na segunda parte fomos a equipa normal que temos sido nos últimos jogos e mostramos que queríamos dar a volta ao resultado. Melhoramos imenso a nossa qualidade de jogo e tivemos sem dúvida outra atitude completamente diferente, fomos muito superiores criamos inúmeras oportunidades de golo, faltando na minha opinião um pouco de sorte no momento de finalização, é de realçar também o guarda-redes da equipa adversária que fez um bom jogo, evitando sempre a derrota da sua equipa.
Parabéns aos jogadores pela atitude e crer que mostraram na segunda parte.
Parabéns também aos pais por todo o apoio que têm mostrado.



Campeonato Distrital Traquinas A – Série Gold E
 
5ª Jornada
AD Taboeira | ARC Oliveirinha
2 – 0